Relacionamento é o que nos torna humanos. Para mim, a equação é simples assim!

Não há como nascer, crescer e viver nesse mundo, sem que nos relacionemos com a nossa família, amigos, parceiros amorosos, colegas de trabalho, clientes… Enfim, com uma infinidade de pessoas que conhecemos ao longo da vida.

Para mim, cada pessoa que conhecemos e com quem convivemos, por mais breve que seja o encontro, deixa algo de si e leva algo de nós, como já dizia aquela frase de Antoine de Saint-Exupèry, o escritor de O Pequeno Príncipe.

Mas, apesar de ser algo tão natural quanto respirar, o relacionamento interpessoal parece ser algo cada vez mais complicado para manter.

Me refiro, claro, aos relacionamentos positivos, compostos por sinceridade e uma genuína vontade de fazer o outro crescer e ficar feliz com a sua evolução.

Acredito também, que os relacionamentos profissionais ou as amizades acabam sofrendo o impacto de outro tipo de relacionamento, que tem sofrido muito nos últimos anos, principalmente em tempos de pandemia: os relacionamentos a dois.

Infelizmente, para muitos, namorar, noivar ou casar está se tornando um fardo e, por isso, acabam desistindo da vida a dois. Curiosamente, muitos que estão sozinhos desejam exatamente ter alguém para namorar, noivar ou casar. Parece aquela velha história que diz que quem está dentro quer sair, mas quem está fora quer entrar.

É justamente com a finalidade de ressignificar o conceito de relacionamento, que o escritor americano Michael Todd publicou “Meta de Relacionamento”.

Um livro muito simples e direto, que promete guiar pelo caminho que nos levará ao melhor namoro, casamento e sexo das nossas vidas. E eu fiquei extremamente feliz em encontrar este livro, pois ele fala sobre assuntos que a sociedade moderna ainda considera tabu, como a questão do sexo ou da própria solteirice.

A mensagem do livro encanta ainda mais porque o escritor é pasto da Igreja da Transformação, sediada nos EUA. Especialista em aconselhamento conjugal, Michael decidiu compilar neste livro não só a sua experiência de vida matrimonial ou de aconselhamento, mas também uma visão simples e moderna a respeito dos relacionamentos.

Em um primeiro momento, um religioso fervoroso poderia questionar a pertinência de se falar sobre esses assuntos, mas a leveza e propriedade com a qual Michael Todd trata sobre o assunto nos deixa sem argumentos.

Em minha opinião, o ponto alto do livro está em desmistificar a ideia do relacionamento perfeito, pois ele entende que:

“relacionamentos perfeitos são ilusões programadas, cada vez mais, pelas redes sociais. Mas relacionamentos bons e duradouros, nos quais se aprende e cresce com suas imperfeições, estão ao alcance e são mais fáceis de conquistar do que se imagina.”

E nem preciso falar sobre o desserviço que as redes sociais fazem para os relacionamentos, não é mesmo?! Pois, aqueles relacionamentos “perfeitos” que invejamos são, em sua maioria, apenas a ponta de um iceberg de pessoas que, na sua profundidade, lutam para manter aparências.

No entanto, Meta de Relacionamento nos ajuda a ver que as imperfeições fazem parte da nossa existência e que acolher a imperfeição do outro é uma forma de demonstrar amor. Assim, namoro e casamento tendem a crescer de forma sustentável!

FICHA CATALOGRÁFICA:

TODD, Michael. Meta de relacionamento. Rio de Janeiro: Alta Life, 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.