Você já ouviu falar de um físico chamado John Wheeler? Bom, talvez você não o conheça pelo nome, mas certamente conhece uma expressão que foi elaborada por ele a partir dos seus aprofundados estudos da física quântica. Foi ele quem cunhou a expressão “buraco negro” ao se referir sobre a teoria do colapso gravitacional.

Mas tem outra expressão criada por John que eu gosto muito: chama-se “universo participativo”. Wheeler usava esse termo para se referir à vida, ao Universo como um todo, e afirmava que cada ser humano desempenha um papel central na criação do Universo – do seu próprio Universo. Ele dizia que somos parte de um trabalho que ainda se encontra em andamento.

Eu quis utilizar essa expressão criada pelo físico americano a fim de chamar a atenção para algo que acontece diariamente em nossas vidas: a importância de termos consciência dos nossos pensamentos e atitudes e a importância de focalizar a nossa consciência para criar aquilo que desejamos. A consciência é a nossa capacidade de percebermos a relação que cada pessoa estabelece entre si e o ambiente, ou seja, é pura e simplesmente a percepção do que estamos pensando e fazendo a fim de que nossos comportamentos e atitudes reflitam nossos valores e a nossa moral.

Além disso, outra conexão importante entre o universo participativo e a nossa carreira tem a ver com as soft skills, cada vez mais valorizadas pelas empresas. As soft skills são as habilidades comportamentais que determinam, sobretudo, como nos relacionamos com as pessoas e com o ambiente. Isso mostra o quanto a consciência sobre nossos pensamentos e atitudes é fundamental para a nossa vida e carreira.

Mas eu devo confessar que foi só recentemente que eu tomei conhecimento da expressão “universo participativo” e, quando comecei a ler mais sobre o seu significado, tive a oportunidade de ver o quanto ela se faz presente no meu dia-a-dia, principalmente nas minhas palestras.

A essência da palestra “A Excelência Contagia” é justamente a de que influenciamos e somos influenciados pelos comportamentos e atitudes das pessoas que estão ao nosso redor. O trabalho em equipe, a liderança e a tomada de decisão são altamente influenciados pelo ambiente em que estamos – que ajudamos a criar – e pelas pessoas que estão ao nosso redor – cujos comportamentos e atitudes ajudamos a moldar.

Via de regra, nas palestras eu sempre faço um convite para que as pessoas percebam o que acontece ao seu redor a fim de avaliar quais são os feedbacks que as pessoas e o ambiente emitem diariamente, pois o ambiente fala o tempo todo conosco. Neste caso, John Wheeler diria que se o ambiente é bom e se as pessoas ao seu redor são positivas, então você está desempenhando bem o seu papel neste universo participativo. Ele também nos ajudaria a lembrar que esse papel não termina nunca, pois somos parte de um Universo em constante construção!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.