Quais são as pessoas que foram e têm sido verdadeiramente relevantes para a sua vida? Quais foram as pessoas que lhe influenciaram positivamente e que trouxeram contribuições significativas para você? Quais foram as pessoas que, mesmo com um breve contato, trazem lembranças positivas por conta dos exemplos e ensinamentos que lhe proporcionaram?

Essa reflexão é o pano de fundo do livro “Encontro com Homens Notáveis”, escrito pelo filósofo armênio George Gurdjieff. O mais interessante é que os insights que levaram o autor a produzir esta obra surgiram em um momento muito difícil da sua vida, quando ele se recuperava de um grave acidente automobilístico que sofrera em 1930. Nesse período de recuperação, Gurdjieff revisitou suas memórias e decidiu escrever a respeito das pessoas que, até aquele momento, haviam trazido importantes contribuições para a sua vida.

A verdade é que o escritor sempre foi uma figura enigmática. Nascido em 1877, sempre se considerou um peregrino. Visitou várias partes da Ásia e Europa sempre com o objetivo de entrar em contato com a cultura, religiosidade e espiritualidade dos povos que conhecia.

Isso fez com que Gurdjieff desenvolvesse uma visão muito interessante a respeito do ser humano e da nossa consciência, tornando-o um importante líder e um grande multiplicador de ensinamentos psicológicos e religiosos.

E foi esse o estímulo que levou Gurdjieff a reconhecer a importância de algumas pessoas em sua vida, enquanto se recuperava do acidente. No entanto, seria óbvio pensar que as primeiras pessoas desta lista seriam da sua família – pais, irmãos, amigos, etc.

No entanto, o autor avisa que embora sua família tenha sido essencial em sua formação, o livro foi escrito para lembrar e homenagear pessoas que ele conheceu ao longo da vida e que contribuíram muito para o seu crescimento. Inclusive, vale citar que o escritor lista em seu livro pessoas com quem o contato foi bem breve, mas muito marcante.

Penso que esta seja a característica mais interessante do livro, porque é por meio dessa memória que Gurdjieff acaba inevitavelmente revisitando os aprendizados e as lições que teve ao longo de sua vida ao ter contato com essas pessoas notáveis.

E, ao lembrar dessas lições – algumas positivas e outras nem tanto – o autor acaba também reforçando a importância desses aprendizados para a sua vida e reforçando o compromisso com a propagação desses ensinamentos.

O fato é que este livro entra para a minha lista de livros especiais porque também faz com que eu pense a respeito das pessoas notáveis que encontrei ao longo da minha vida (e que ainda tenho encontrado, felizmente!).

Acredito também que todos temos uma boa lista de pessoas que marcaram a nossa vida e talvez faça sentido para você lembrar destas pessoas e do aprendizado que tivemos com elas.

Isso irá fazer com que a gente reforce o compromisso de levar a diante os ensinamentos que tivemos. E assim, quem sabe, talvez seu nome esteja na lista de uma pessoa que considere ter valido a pena ter lhe conhecido.

FICHA CATALOGRÁFICA:
GURDJIEFF, George. Encontro com homens notáveis. São Paulo: Pensamento, 2006.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *