Quem acompanha o blog da Ponte ao Futuro deve ter percebido que todos os meses nós publicamos um texto sobre um livro. Sem a pretensão de ser um resumo, estes textos têm como objetivo falar um pouco sobre o livro em questão e servir como indicação para uma boa leitura. Mais do que isso, estes textos também são homenagens que eu faço para os livros que fizeram (e fazem!) diferença em minha vida.

E por falar em homenagem, nada melhor do que dedicar essa postagem a um livro que está comemorando o aniversário de 30 anos de seu lançamento. O livro é “Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”.

Escrito pelo consultor americano Stephen Covey e publicado em 1989 nos EUA, o livro é fruto de uma extensa pesquisa realizada pelo autor, inclusive, reza a lenda de que a pesquisa foi realizada em duzentos anos de publicações de vários autores, de diversas áreas. Esse livro tornou-se um best-seller mundial e Covey foi considerado uma das personalidades mais influentes nos EUA no século XX.

Embora numa primeira análise, o livro seja mais direcionado para a vida profissional das pessoas, os sete hábitos listados pelo autor fazem muito sentido para a vida pessoal. Na realidade, como o próprio autor adverte, a vida pessoal e a profissional se mesclam e são unidas pela nossa ética e caráter.

Meu primeiro contato com esse livro foi na época da faculdade de Administração, no final dos anos 1990. No entanto, voltei a ler essa obra outras vezes ao longo da minha vida, pois a cada leitura temos um aprendizado e uma percepção diferente de cada hábito ensinado pelo autor.

Mas, quais são esses hábitos? De forma resumida, os sete hábitos são:

  1. Ser proativo: tem a ver com assumir a responsabilidade pelas nossas escolhas e saber que as decisões que tomamos irão moldar a nossa vida;
  2. Ter um objetivo em mente: ter clareza sobre quais são seus objetivos de vida e transformar isso numa declaração de propósitos (missão, visão e valores pessoais);
  3. Fazer primeiro o que é mais importante: tem a ver com priorizar o que é importante a fim de evitar que a procrastinação torne as coisas urgentes;
  4. Adotar uma mentalidade ganha-ganha: os relacionamentos devem ser benéficos para todos, pois somente assim semeamos resultados de longo-prazo;
  5. Primeiro compreenda, depois seja compreendido: influenciar e ser influenciado depende muito do quanto estamos dispostos a ouvir as demais pessoas;
  6. Criar sinergia: quando as pessoas trabalham de forma unida em prol de um resultado comum, torna-se mais fácil conquistar os resultados desejados;
  7. Afinar o instrumento: adote boas práticas para que você esteja continuamente em evolução. Boa alimentação, meditação, atividades físicas são essenciais para dar energia ao corpo e à mente.

Quando lemos cada um destes hábitos de forma contextualizada em alguns casos e exemplos – que é o que acontece no livro –, os hábitos passam a fazer mais sentido. Certamente você já pratica alguns deles. Mas, o melhor de tudo é que; o resultado pode ser ainda melhor quando esses hábitos são praticados de forma consciente.

Vale a pena a leitura! O livro está completando 30 anos, mas me parece que nunca foi tão atual.

FICHA CATALOGRÁFICA:

COVEY, Stephen. Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes. São Paulo: Best Seller, 2017.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.