Eu sempre recomendo que as pessoas façam uma lista de desejos para o ano que se aproxima. São as famosas “resoluções de ano novo”, que englobam todas aquelas promessas que fazem muito sentido quando decidimos que o ano que está chegando será diferente. Para melhor.

Mas neste texto eu prefiro abordar o tema de uma forma diferente. Prefiro falar sobre como foi o ano que está encerrando. Prefiro falar sobre a importância de passarmos a limpo o ano que está terminando.

É como se fosse uma prestação de contas sobre as promessas que fizemos no final do ano passado para ver o que foi feito e o que não foi feito, pois talvez essa prestação de contas seja o ponto de partida para a lista de resoluções para o novo ano.

Só que ao invés de falar sobre como fazer essa análise, eu pensei em fazer algo diferente. E foi assim que optei em compartilhar com vocês como ficaram as resoluções que eu fiz no final do ano passado. Confesso que não foi fácil, afinal de contas nela vocês vão encontrar um pouco da minha intimidade.

Vocês verão que eu não consegui completar tudo aquilo com o que eu me comprometi. Também ficarão por dentro, em primeira mão, de alguns projetos que eu compartilhei com poucas pessoas.

Vamos aos fatos!

1) Aumentar a minha participação no CRA-SC.

Status: 100%

Esse foi o meu primeiro ano completo de atuação como Delegado do Conselho Regional de Administração de SC. Meu objetivo principal é representar o CRA em todos os eventos em que nossa participação é importante. Felizmente, deu tudo certo e, nas vezes em que não consegui cumprir a agenda, a equipe mandou muito bem representando o CRA.

2) Lançar a Editora Ponte ao Futuro.

Status: 80%

Essa é uma novidade. Quem me conhece, sabe da minha paixão por livros. Tanto é que eu decidi lançar uma editora que atua sob a forma de self publishing. É a Editora Ponte ao Futuro. Ela ainda não foi lançada (ainda faltam alguns detalhes), mas você já pode visitá-la no site www.editoraponteaofuturo.com.br

3) Terminar o meu segundo livro.

Status: 100%

Terminei o meu livro em setembro. “Procura-se um Coach” irá falar sobre o que é importante saber para você contratar um processo de Coaching. O lançamento será em 2019. Esse livro traz ainda uma surpresa, que vou tomar a liberdade de compartilhar com vocês mais para frente. 🙂

4) Lançar meu programa online de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.

Status: 50%

Esse foi um dos meus maiores desafios em 2018, tanto é que o lançamento ficará para o próximo ano. Mas a estrutura do programa está definida e alguns temas já estão em produção. Está ficando bem legal.

5) Voltar para a academia.

Status: 70%

Confesso que eu deveria ter escrito objetivo de forma diferente. O certo seria “voltar e continuar na academia”, pois o desafio maior é a continuidade. Mas até que eu fui bem, apesar dos compromissos de trabalho e daquela preguiça que às vezes bate em todo mundo… Só que pode melhorar!

6) Começar meu próximo livro.

Status: 100%

No item 3 você leu que eu tinha como meta terminar o meu segundo livro, que ainda não foi lançado. Mas eu também me programei para começar o próximo… Na realidade, tenho dois projetos iniciados: um deles é a continuação dos “50 textos” e o outro tem a ver com o futuro da relação do ser humano com a tecnologia.

7) Continuar lecionando na pós graduação.

Status: 100%

A sala de aula é outra de minhas grandes paixões. Felizmente tive a oportunidade de continuar lecionando sobre Coaching e desenvolvimento humano em alguns cursos ligados à Gestão de Pessoas.

8) Aumentar os resultados da empresa.

Status: 100%

Resultados fazem parte do trabalho e é importante definir uma meta para eles. No final de 2017, eu defini uma meta de crescimento para a Ponte ao Futuro e felizmente conseguimos alcançá-la. Só que mais importante do que o resultado é saber que ele é consequência do planejamento e da execução que pensamos lá em 2017.

9) Ficar mais tempo com a família.

Status: 80%

Menos do que eu gostaria, só que mais do que eu fiz em anos anteriores. Mesmo tendo trabalhado bastante, consegui ter mais tempo de qualidade com a minha família. Usamos esse tempo para fazer uma coisa bem simples: ficarmos juntos!

Ficarei feliz em saber que você também fez as suas resoluções de ano novo e que, assim como eu, irá dedicar um tempinho para passar o ano a limpo. Garanto que vai valer a pena e vai fazer com que você comece 2019 com o pé direito.

E se você quiser saber como fazer um plano para o ano novo, tem um material bem legal aqui para você dar uma olhada.

Um abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.