Inúmeros são os desafios com os quais topamos na nossa carreira. Há aquela busca diária para superarmos o resultado de ontem, para fazermos mais e melhor. E por mais que a gente domine os aspectos técnicos que fazem parte da nossa profissão, às vezes parece que algumas oportunidades escapam pelos nossos dedos sem que a gente saiba o motivo: uma promoção que não conseguimos, um novo projeto que não realizamos ou até mesmo o nosso networking que é falho.

Esses insucessos derivam de duas causas principais. A primeira é a falta de persistência, pois a ansiedade nossa de cada dia faz com que a gente espere que os resultados das mudanças sejam rápidos e assim acabamos esquecendo que entre a semeadura e a colheita temos que regar e esperar. A outra causa é a falta de domínio de competências que superam as questões técnicas da nossa profissão. Nesse ponto, me refiro principalmente às competências comportamentais.

Os fatores comportamentais são aqueles que dão forma aos nossos comportamentos e atitudes, ou seja, são os fatores que determinam como iremos agir diante de determinadas situações ou que irão definir o quanto a pessoa irá se aplicar para alcançar seus objetivos.

Embora o Coaching trabalhe os objetivos que são definidos pela pessoa quando do início do seu processo, a metodologia do Coaching irá atuar nos comportamentos e atitudes necessários para que a pessoa atinja esses objetivos e os mantenha de forma sustentável. Isso se justifica porque no que diz respeito às questões de carreira e profissão, a maior parte dos pontos de melhoria de cada pessoa não está na parte técnica, mas sim em fatores como a necessidade de gerir melhor o seu tempo, de dar feedback, de ter iniciativa (ou acabativa) em seus projetos, de ser melhor ouvinte, etc. Esses e outros fatores podem ser trabalhados num processo de Coaching de Carreira.

Por outro lado, há também outras questões práticas que podem representar gargalos à vida profissional. Muitas vezes a pessoa tem uma excelente ideia, mas não sabe como transformar essa ideia num projeto e iniciar a sua execução. Ou precisa formar uma equipe e tem dúvidas quanto aos critérios que deve usar para definir um perfil profissional. Ou ainda, deseja elaborar um plano estratégico para a sua carreira ou seu negócio e precisa de pessoas que o auxiliem nisso.

Essas questões também podem ser trabalhadas no Coaching de Carreira, o que torna esse tipo de processo o mais indicado para as pessoas que desejam qualificar ainda mais sua vida profissional a fim de estarem preparados para alcançar o próximo nível, o patamar que desejam atingir em sua carreira. Além disso, outros ganhos acabam sendo resultantes quando da realização bem sucedida de um processo de Coaching de Carreira: melhor relacionamento interpessoal, que influencia positivamente no ambiente de trabalho que, por sua vez, pode levar a ganhos de produtividade da equipe.

Não se trata de mágica. Trata-se apenas de desenvolver os fatores comportamentais que há muito estavam adormecidos e que irão fazer a diferença na vida de cada pessoa!

Participe da discussão

4 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.